www.cnm.org.br |

(61) 2101-6000

terça, 18 de dezembro de 2018

Módulo do Siops para cadastramento do 6º bimestre fica disponível até 10 de janeiro

ABrO módulo do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops) para o 6º bimestre ficará disponível até 10 de janeiro de 2019, para registro e homologação de dados. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca o período de registro das informações no sistema estabelecido pelo Ministério da Saúde (MS), por meio do Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento (Desid).

A entidade municipalista reforça a importância de os gestores não perderem o prazo. Segundo explica a área de Saúde da Confederação, a não homologação dos dados do Siops causa a suspensão das transferências constitucionais, inclusive do Fundo de Participação dos Municípios (FPM); e o condicionamento das transferências constitucionais, no caso de descumprimento da aplicação mínima, promove direcionamento das transferências constitucionais do valor equivalente ao não aplicado diretamente ao Fundo de Saúde até o limite devido.

O prazo para disponibilização do sistema, conforme esclarece ainda a CNM, está previsto na Portaria 1/2017 de Consolidação do MS. O artigo 446 da normativa define que o sistema deve ficar acessível a todos os Entes federados até dez dias, após o encerramento de cada bimestre, obedecendo previsão constitucional e o calendário de apresentação do Relatório Resumido de Execuções Orçamentárias (RREO). Esses dados devem ser transmitidos e homologados pelo Gestor do SUS, secretário de Saúde ou substituto, com o uso do seu Certificado Digital. 

Processo
A área de Saúde esclarece que somente após homologação dos dados, pelo gestor do Sistema Único de Saúde (SUS), a operação de transmissão será considerada concluída, conforme previsto na Lei Complementar 141/2012. O Siops é o sistema informatizado de acesso público, gerido pelo MS, para o registro eletrônico centralizado das informações de saúde referentes aos orçamentos públicos dos Municípios, Estados e União.

O programa Siops é disponibilizado bimestralmente para Municípios, Estados, Distrito Federal e União. O preenchimento de todos os bimestres é obrigatório, tem fé pública e permite realizar, ao final do exercício, o cálculo automático dos recursos aplicados em ações e serviços públicos em saúde.

Da Agência CNM de Notícias, com informações do Conasems