www.cnm.org.br |

(61) 2101-6000

terça, 18 de dezembro de 2018

Diretoria da APPM para o biênio 2019–2020 foi escolhida por aclamação durante assembleia extraordinária

APPM Em Assembleia Extraordinária realizada na manhã desta terça-feira, 18 de dezembro, os prefeitos de Água Branca e de Santo Inácio do Piauí, Jonas Moura e Tairo Mesquita, foram aclamados presidente e vice-presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM) para o biênio 2019-2020. A chapa APPM de Resultados obteve o apoio da maioria dos presentes. A posse da nova diretoria está marcada para 10 de janeiro, a partir das 10h. O futuro presidente é titular do Conselho Fiscal da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Até lá, o atual presidente da entidade estadual e prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos, continua à frente das atividades. Ao conduzir, a assembleia junto o secretário-geral da instituição e prefeito de Caridade do Piauí, Antoniel Ribeiro, ele enfatizou que a eleição da APPM fortalece o movimento municipalista piauiense e aumenta a respeitabilidade da entidade perante a sociedade. “Os prefeitos compreenderam a importância de darmos a oportunidade para outro colega que também chega para contribuir com sua experiência e liderança ao movimento municipalista e à própria APPM”, disse.

Ele explicou a importância de os representantes municipais terem se unido em torno de uma nova diretoria, sem disputas e divergências, fortalecendo a instituição e o municipalismo no Piauí. “Vemos isso como positivo, é um passo que engrandece a instituição, aumenta a respeitabilidade perante a sociedade aos demais poderes que constituem o Estado e muito nos honra e dá a sensação de dever cumprido”, ponderou Gil Carlos ao mencionar propósito maior de gerir recurso público em benefício da sociedade, buscando o fortalecimento do Municípios.

18122018 APPM nova diretoriaDurante o encontro, que contou com a presença de 115 prefeitos, o presidente eleito reforçou: “o entendimento foi fundamental. Os prefeitos mostraram grandeza ao abrir mão da disputa e buscar o entendimento. Isso é fundamental e nossa prioridade é continuar fortalecendo nossa Associação. Demos uma demonstração de inteligência na hora de fazer o consenso, e o trabalho que fizemos, desde o início, foi de unir ainda mais os municipalistas de norte a sul do Piauí". 

Atendimento
"Os prefeitos devem se sentir atendidos pela APPM. É importante essa ajuda para a gestão do dia a dia. Precisamos atender todos os Municípios, em especial os com índice 0.6 – na tabela do Fundo de Participação – que são os menores e os mais necessitados. Eles têm muitas dificuldades para conseguir recursos e nós precisamos criar uma plataforma que os ajude a arrecadar mais”, disse ainda Moura.

Segundo ele, o trabalhar dos próximos anos será fortalecer a equipe técnica para ajudar os Municípios a melhorarem suas arrecadações e buscarem recursos e investimentos na esfera federal. Mesquita confirmou o objetivo da nova diretoria e o consenso de unir a classe e fortalecer a APPM. “Nós entendemos que o entendimento agrega nossa classe. Precisamos estar unidos para reivindicar melhores condições para nossos Municípios e consolidar cada dia mais a nossa Associação” conclui.

 

Da Agência CNM de Notícias, com informações da APPM